31 de dezembro de 2008

FELIZ 2009

Aproveito esse belíssimo filme de fim de ano da GDF Suez (terceira maior empresa de energia do mundo) acendendo e apagando velas, que deve ter dado um pouco de trabalho, para desejar a todos um feliz 2009.
Que o novo ano seja repleto de paz, amor, saúde, alegria, trabalho e sucesso para todos nós.

Chave mestra

Idéia simples com uma ilustração interessante e cores chamativas.




Agência: Dentsu Latin America
Cliente: Centro Irsraelita de Apoio Multidisciplinar
Direção de Criação: Adriana Davini
Criação: Tchelo Nogueira, Zé Ricardo Novoa
Artebuyer: Iza Rodrigues
Ilustrador: Darcy Vieira
Produção Gráfica: Ricardo Lopez
Mídia: Alexandre Ugadin
Atendimento: Camila Britto

Sonhos

Sonhos de uma vida de verão

O reverendo Martin Luther King, há quarenta anos, pronunciou o que se tornaria mais tarde seu mais famoso discurso. Se chama “I Have a Dream” (Tenho um Sonho). É uma peça mestre da arte da retórica. Sou menos sério e de visão mais limitada que o reverendo, claro, mas
decidi que eu poderia ter um sonho também e escrevi um discurso. Nele falo apenas do que sei ou do que me atinge de forma imediata. São coisas insignificantes em um país como o Brasil, mas acredito que na vida, na harmonia cósmica pela qual o mundo flui, são os detalhes que fazem a diferença. Porque das grandes questões da política, briga de cachorro grande, já perdi a esperança faz muito tempo. O discurso está resumido e entre aspas. O integral um dia, quem sabe, terei chances de pronunciá-lo em algum lugar que valha a pena. Utilizo a mesma forma de retórica que Luther King utilizou. Se chama anáfora, e consiste na repetição de uma sentença várias vezes, para reforçar o ponto de vista de quem fala. Então, se algum dia for chamado para me pronunciar em público, o que eu teria a dizer seria mais ou menos assim:

“Quero dizer uma coisa para vocês, meus caros. Quero dizer que apesar da situação deste país, da minha cidade, do meu bairro, eu ainda tenho um sonho. Tenho o sonho de que algum dia as crianças que andam com aquele tênis que tem um par de rodinhas no salto serão consideradas pelo Departamento Nacional de Trânsito, em todo o território, como um perigo e passarão a ser multadas pelos órgãos estaduais competentes a partir do momento em que andarem/circularem fora de suas moradas com esta estranha invenção. Tenho o sonho de que alguma tarde, em algum cinema, aquela pessoa que assiste a um filme e o comenta em voz alta com quem está ao seu lado será sepultada por uma chuva de pipocas jogadas pelos outros espectadores e fará com que essa pessoa, seja qual for sua idade, fique soterrada até o filme terminar. Tenho o sonho de que um dia, aos domingos, os pais da classe média que lotam as churrascarias de nosso país vão desistir de levar as babás para cuidar de seus filhos enquanto se empanturram de picanha fatiada e eles, esses pais, vão dar atenção, conversa e educação a seus próprios filhos. Estabelecendo assim uma ponte de amizade e cumplicidade que se estenderá pela vida toda. E, acima de tudo, não os deixarão correr entre as mesas como se fosse uma coisa apreciada por todos.

Tenho o sonho de que um dia alguém vai poder explicar, vai ter coragem de explicar de verdade, como pode ser que de um dia para outro, literalmente, o tráfego aéreo nos céus, e nos aeroportos, de nosso amado Brasil virou um caos pior do que a avenida 23 de Maio, em São
Paulo, na hora do ‘rush’. Que alguém vai se levantar e dizer: ‘Desculpem, errei’. Tenho o sonho de que um dia os donos dos cachorros que latem dia e noite nos quintais de suas casas vão saber educá-los, assim será possível que todos os vizinhos do bairro possam dormir nas
noites de verão com as janelas abertas sem ter que acordar sobressaltados pelos latidos dos
cachorros solitários. Porque, meus caros, tenho a certeza de que, quando estas pequenas,
minúsculas coisas deixarem de incomodar, será um sinal de que o país começará a estar livre da estupidez que se filtra em nossas vidas e poderemos nos concentrar no que realmente interessa. Em nosso futuro. Que Deus, que um dia já foi brasileiro, coisa que sempre ouvi dizer e até acreditei por muito tempo, nos abençoe e nos ajude a cumprir esta tarefa”... e por aí vai. Faça você mesmo seu discurso, mas usando a anáfora. Sempre.

J. R. Duran (publicado originalmente na Trip nº 153, março de 2007)

Tô aqui

A marca Land Rover é tão forte que eles se permitem fazer campanhas onde os carros nem aparecem.
Eu achei a campanha conceitualmente legal, mas será que todo mundo entende?



Agência: Prolam Y&R :: Santiago :: Chile
Diretor de Criação/Redator: Francisco Cavada
Redator/Diretor de Arte: Carlos Carrasco

30 de dezembro de 2008

Trabalho forçado

Terapia de choque nessa campanha contra a exploração de trabalho.
Imagens com o objetivo de causar desconforto, espanto e, principalmente, reações.



Agência: McCann-Erickson :: Bélgica

Carlos Drummond de Andrade

Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.
Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro faz-me sentir novo em folha.
Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas depois rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas; incham-me o cérebro, volto cheio de idéias.

Brigar me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez me embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.
E telejornais... os médicos deveriam proibir - como doem!
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo, faz muito bem! Você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde!

E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda!
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou mussarela que previna.
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada!

(C. Drummond de Andrade)

Holger Pooten_fotógrafo

Incríveis as fotografias de Holger Pooten.
Técnica, bom gosto, variedade e talento.



Veja mais aqui.

Fora do mapa

Achei de mau gosto, agressivo e gratuito esse anúncio para o Gay Hotel Black Tulip de Amsterdã.
Para você ter uma idéia de como esse público consome e é respeitado, na Europa existe uma categoria de hotéis "gay friendly", onde não há qualquer tipo de preconceito com o homosexual.
Não gostei.

Agência: Euro RSCG Amsterdã
Diretor de Arte: Gijs van den Berg
Redator: Niek Eijsbouts

29 de dezembro de 2008

Que nojo!

Quer mudar o cardápio das festas do fim de ano e surpreender seus convidados?
Que tal um salgadinho de minhoca, chocolate com formigas, vinho de lagarto, vodca com escorpião, formigas gigantes tostadas...
No Edible você encontra essas alternativas e muitas outras.
Além dessas coisas esquisitas eles são ecologicamente conscientes, 5% do lucro obtido vai para projetos de conservação das espécies em extinção.
Duvida? Veja aqui.






Enrolação

Visual bem legal e que passa a mensagem da nova escova de dentes Aquafresh Flex Direct.



Agência: Grey Hong Kong
Diretor de Criação: Brian Ma, Alfred Wong
Diretor de Arte: Brian Ma, Leo Yeung
Redator: Alfred Wong, Tony Chan
Fotógrafo: Anton Digital Art Ltd

28 de dezembro de 2008

Férias


Eu também sou filho de deus e mereço uns dias de férias!
Vocês perceberão que o número de posts vai reduzir um pouco, mas graças a tecnologia, deixei vários programados.
Tudo volta ao normal na primeira semana de 2009.
Boas Festas para todos e um ótimo 2009!!!

26 de dezembro de 2008

CineDica do Pels

Faz bastante tempo que não revejo esse filme mas me lembro de uma bonita e romântica história de amor, contada com talento e um visual fantástico de bem feito.

AMOR ALÉM DA VIDA
Chris Nielsen, Annie sua esposa, e os filhos fazem uma família feliz. Mas os jovens morrem em um acidente e o casal é bastante afetado, principalmente Annie. No entanto, eles superam a morte dos filhos e conseguem levar suas vidas adiante, mas 4 anos depois é a vez de Chris morrer em um acidente e ser mandado para o Paraíso.
Porém não um céu com anjos e harpas, pois lá cada um tem um universo particular e o dele é uma pintura (sua mulher coordenava uma galeria de arte).
Enquanto tenta entender como funciona o Paraíso, onde tudo pode acontecer, bastando que apenas deseje realmente, Chris fica sabendo que Annie, dominada pela dor, comete suicídio. Assim, ele nunca poderá encontrá-la, pois os suicidas são mandados para outro lugar. Mesmo assim decide tentar achá-la, apesar de ser avisado que mesmo que a encontre, ela nunca o reconhecerá.
Com Robin Williams, Cuba Gooding Jr. e Annabella Sciorra no elenco.

Premiações
- ganhou o Oscar de Melhores Efeitos Especiais, e foi indicado na categoria de Melhor Direção de Arte.

Curiosidades
- na cena em que Chris vai para a cidade no Paraíso e várias pessoas voam, podem ser vistos Peter Pan, Wendy, Michael, John e Mary Poppins.

Lenço numa mão, pipoca na outra e bom filme!

Jornada dupla

O que você faz quando quer muito comprar algo?
Economiza; pede emprestado; detona o cartão de crédito; desiste...
Mas quando você quer a nova linha de bicicletas Titus vale tudo, até arranjar um segundo emprego. Pelo menos é o que essa campanha mostra.



Agência: TDA
Diretor de Arte: Thomas Dooley, Matt Leavitt
Redator: Jonathan Schoenberg
Fotógrafo: Andrew Chapman

Vários Mickeys

Várias leituras artísticas do personagem mais famoso da Disney.
Ou seja, o Mickey como você nunca viu. Gostei de vários.
Veja mais aqui.







Diversão garantida

Taí um anúncio de camisinha que conseguiu fugir da mesmice.
Com uma imagem bem legal mostra não o antes, mas sim o durante.

Agência: The kaplan Thaler Group :: Nova Iorque :: EUA
Diretor de Criação: Jason Graff, Whitney Pillsbury
Redator: Michael Greenburg
Diretor de Arte: Daniel Goldstein

25 de dezembro de 2008

Brinquedo sedentário

Muito legal essa campanha de doação de brinquedos aproveitando a proximidade do natal.
As ilustrações são ótimas e o texto "seu brinquedo não foi feito para viver parado".


Agência: Fields :: DF
Anunciante: Sabugosa
Direção de Criação: André Sartorelli, Fernando Lopes
Redação: Paulo Lima
Direção de Arte: Lucas Zaiden
Ilustração: Grupo Magneto

Árvore frita

E tome jeitos diferentes de mostrar os símbolos natalinos.
Para o McDonald's deram uma boa solução.
Como seria uma Mc Ceia?

Agência: TBWA\Neboko :: Amsterdã :: Holanda
Diretor de Arte: Edward Romunde
Redator: Robert den Bremer
Fotógrafo: Thomas Pelgrom

Jingle Bells no forninho

Para aproveitar o clima de festas, um Jingle Bells tocado de forma diferente: com os sons de 49 fornos de microondas. Assista e imagine o trabalho que deve ter dado para acertar o tempo ideal em cada aparelho. Agora imagine a conta de luz entre idéia, ensaio, produção e gravação. Criação da agência AKQA.

Coca-Cola Natalina

Você já deve saber que papi noel, como conhecemos, foi uma criação da Coca-Cola.
Foi um trabalho desenvolvido pelo ilustrador americano Haddon Sundblom, quando chamado para criar a campanha de natal da Coca em 1931.
Críticas ao capitalismos de lado, o desenho é fantástico e bastante emocional e familiar.