15 de dezembro de 2008

Logos dos Estúdios de Cinema

Você conhece essas marcas. Sempre que vamos ao cinema elas estão lá, enormes na telona.
Mas alguma vez você já se perguntou o significado?
Pois bem, agora você vai saber.

DreamWorks SKG

Em 1994 o diretor Steven Spielberg, o chefe dos estúdios Disney Jeffrey Katzenberg, e o produtor musical David Geffen se juntaram para criar um novo estúdio chamado DreamWorks.
Spielberg queria que a logomarca lembrasse a era de ouro de Hollywood.
A logo seria uma imagem gerado por computadores de um homem na lua, pescando, mas o supervisor de efeitos visuais Dennis Muren, que por várias vezes trabalhou com Spielberg, sugeriu que uma logo feita a mão pareceria melhor. Muren pediu ao amigo, o artista Robert Hunt para pintá-lo.
Hunt enviou também uma opção da logo com uma criança sentada, pescando numa lua crescente.
Spielberg preferiu essa versão. O menino? Ele é William, o filho de Hunt.
O logo da Dreamwork que vemos antes dos filmes foi pintado por Robert Hunt, em colaboração com a Kaleidoscope Films (que fez os storyboards originais), Dave Carson (diretor), and Clint Goldman (produtor).


Metro-Goldwyn-Mayer (MGM)
Em 1924, Howard Dietz desenhou "Leo, O leão" para Samuel Goldwyn's Goldwyn Picture Corporation. Ele se baseou no time de atletismo da universidade de Columbia, the Lions.
Quando Goldwyn Pictures se fundiu com a Metro Pictures Corporation e Louis B. Mayer Pictures, as iniciais MGM entraram na logo.
Desde então 5 leões passaram pelo papel de "Leo, O leão".
No início aparecendo nos filmes mudos, o famoso rugido só foi ouvido em 1932.
O escrito no círculo "Ars Gratia Artis" significa "Arte pela Arte".


20th Century Fox

Em 1935, Twentieth Century Pictures e Fox Film Company (na época uma rede de cinemas) uniram-se para criar a Twentieth Century-Fox Film Corporation (depois o hifen caiu).
A logo original foi criada em 1933 pelo artista Emil Kosa Jr.
E tão famoso quanto a logomarca a trilha "20th Century Fanfare", uma fanfarra foi composta por Alfred Newman, então diretor musical da United Artists.

Paramount

A Paramount Pictures Corporation foi fundada em 1912 com o nome de Famous Players Film Company por Adolph Zukor e pelos irmãos Daniel e Charles Frohman.
A montanha mágica da Paramount foi desenhada primeiramente por W.W. Hodkinson durante uma reunião com Zukor, baseada na montanha Ben Lomond, que conhecia de sua infância em Utah (a montanha da animação foi feita depois, provavelmente inspirada pela Artesonraju, no Peru). É a logo sobrevivente mais antiga de Hollywood.
A marca original tinha 24 estrelas, simbolizando as 24 estrelas contratadas na época.
(hoje são apenas 22, mas não se sabe o porquê).


Warner Bros.
Warner Bros. foi fundadda por 4 irmãoes judeus imigrantes da Polônia: Harry, Albert, Sam, e Jack Warner. Na verdade seus nomes verdadeiros são Hirsz (Harry), Aaron (Albert), Szmul Sam) e Itzhak (Jack). O sobrenome também é desconhecido, alguns dizem que é Wonsal, Wonskolaser ou Eichelbaum, antes de ser trocado para Warner.
A logo, o escudo com WB, já teve vários redesenhos, como você vê abaixo.


Columbia Pictures

Columbia Pictures foi fundada em 1919 pelos irmãos Harry e Jack Cohn, e Joe Brandt como Cohn-Brandt-Cohn Film Sales. No início eram apenas filmes de baixo orçamento. Em 1924 os Cohn compraram a parte de Brandt, rebatizaram o estúdio de Columbia Pictures Corporation num esforço para melhorar sua imagem.
O logo é Columbia, a personificação feminina da América. Foi desenhado em 1924 e a identidade da "mulher com a tocha" nunca foi determinada, já que várias modelos dizem ser elas.

Bette Davis na sua autobiografia de 1962 disse ser Claudia Bell a modelo, embora a revista People de 1987, nomeou a modelo e atriz Amelia Batchler como a real modelo.
Em 2001, o Chicago Sun-Times, identificou uma mulher que trabalhou como temporária na Columbia, chamada Jane Bartholomew como a modelo verdadeira. Como a logo mudou muito ao longo dos anos, é provável que as três estejam com a razão.
A versão atual da logo com a mulher segurando a tocha foi projetada em 1993 por Michael J. Deas, que recebeu a missão da Sony Pictures Entertainment de devolver à logo seu visual clássico.
Embora muita gente pense qua a atriz Annette Bening seja a modelo, foi Jenny Joseph de Louisiana que serviu de modelo para Deas. A face foi composta de várias imagens geradas por computador.

Nenhum comentário: