3 de outubro de 2013

Filmes para Publicitários

Se você é estudante ou publicitário/comunicólogo/marqueteiro, com certeza deve gostar de cinema. Não quero ser elitista e só falar dos cineastas e obras clássicas e “cabeças”. Acho que temos que ver todo e qualquer filme, até para dizer que não gostou.
Em sala de aula, várias vezes uso referências de filmes, e como sou mais velho (só um pouco!) que a média das turmas, percebo que esses filmes que cito estão fora do alcance cronológico dos alunos.
Pois bem, resolvi elaborar uma lista de filmes que os alunos de Comunicação/Publicidade deveriam assistir. Para tal solicitei ajuda dos colegas Patrícia Aguiar, Gisela Madureira, Graça Taguti, Claudia Miranda, Maria Alice Nogueira, Flavio DiCola e Wilson Oliveira. O objetivo: levantar filmes que de alguma forma abordem o nosso universo de atuação e que contribuam para a formação desses alunos.
Vamos à lista, sem qualquer ordem ou preferência, dos mais óbvios aos mais diferenciados.

"O Discurso do Rei" (do mesmo diretor de "Les misérables" e com Colin Firth) mostra como uma instituição anacrônica como a monarquia teve de se transformar perante o poder do rádio e recuperar o seu valor simbólico num momento de crise aguda.

"Boa Noite e Boa Sorte" (direção de George Clooney) belíssima ambientação do mundo televisivo nos EUA no início dos anos 50, quando o jornalismo é renovado e enfrenta a censura da "caça às bruxas".

"A Invenção de Hugo Cabret" (direção de Martin Scorsese) uma linda viagem às origens ficcionais e mágicas do cinema na Paris da belle époque através da figura de Georges Méliès.

Pulp Fiction” (do diretor Quentin Tarantino) pra mim um marco na narrativa não linear. O diretor por si só já é um mix de referências cinematográficas (afinal trabalhava numa locadora de vídeos. E ainda foi o filme que ressuscitou a carreira do John Travolta.

Matrix” realidade paralela, real e imaginário, tecnologia, ação, lutas e muitos efeitos especiais. Esse filme deve te fazer refletir.

O Show de Truman” um filme sobre o reality shows que levanta pontos como verdade/mentira, o poder da televisão, controle das grandes redes etc. Tem que assistir.

Muito Loucos” E se um publicitário decidisse fazer uma campanha dizendo apenas a verdade?

Do Que as Mulheres Gostam” Esse não poderia faltar, e mesmo com todos os estereótipos este filme mostra um ponto importante na publicidade: compreender o ponto de vista alheio.

Obrigado por Fumar” Um profissional de comunicação em situações desafiadoras e suas estratégias para defender o que parece ser indefensável. Como o bom publicitário atualmente é um especialista em comunicação publicitária e não apenas em propaganda, ele precisa conhecer as outras ferramentas disponíveis de marketing e esse filme, , é um bom exemplo sobre Relações Públicas.

Se Eu Fosse Você” Comédia nacional com um protagonista publicitário e uma agência de publicidade como foco da trama. A apresentação de uma campanha para um produto feminino faz uma interessante discussão sobre o olhar masculino em relação ao gosto feminino.

Cidadão Kane” Um filme obrigatório para qualquer comunicador. Mostra como fazer uma narrativa eficaz.

Como Perder um Homem em 10 Dias” Outro filme repleto de clichês mas que transita em ambientes de uma agência de publicidade.

Branded” Um publicitário de sucesso retorna de um exílio auto-imposto e descobre um mundo radicalmente alterado. Ele logo nota uma campanha clandestina, liberada por uma agência, que quer transformar a obesidade como padrão de estética. Para salvar a humanidade ele usa suas próprias habilidades em publicidade para desenvolver um plano para erradicar esta praga. Mas as legiões corporativas não vão desistir sem lutar.

Supersize Me” O diretor Morgan Spurlock vira a cobaia de uma experiência: se alimentar apenas em restaurantes da rede McDonald's, realizando neles três refeições ao dia durante um mês. Durante a realização da experiência o diretor fala sobre a cultura do fast food nos Estados Unidos, além de mostrar em si mesmo os efeitos físicos e mentais que os alimentos deste tipo de restaurante provocam.

Crash – No Limite” Um daqueles roteiros brilhantes. São várias histórias e personagens que se cruzam de várias formas tecendo uma rede que aborda vários temas pertinentes.

A Onda” Durante suas aulas um professor faz com a turma um experimento que acaba fugindo ao controle. Autocracia, poder e obediência que fazem pensar.

Se você lembra de mais algum é só deixar um comentário ou me mandar um email.
Pipoca na mão e bom filme.

Nenhum comentário: