31 de março de 2008

Sai pra lá!

A idéia não é lá muito nova, mas o inusitado, engraçado e desesperador das situações chamou minha atenção.
Criação da JWT de Sydney, Austrália.


Criação Sempre

“A mulher liga preocupada para o celular do marido:
- Amor, venha com cuidado pra casa. Acabei de ouvir no rádio que tem um maluco dirigindo rápido e na contramão.
- Querida, tem só um maluco não, tô passando por vários malucos na contramão...”


A história bem poderia ser adaptada a um diretor de arte voltando pra casa depois de virar a noite preparando layouts na agência, ou o atendimento após inúmeros drinks naquela happy hour com o cliente tentando aprovar a nova campanha.
Mas eu quero escrever sobre criação e ser criativo.
Quantas vezes não somos nós a irmos contra a correnteza? Quantas dessas vezes estamos certos? Quantas não erramos?
Os artistas ditos “de vanguarda” sempre buscaram fazer diferente; os transgressores sempre foram incompreendidos. Mas fizeram a diferença e estão escritos na história exatamente porque fizeram diferente.
Você lembra de mais algum animador de auditório com roupas cobertas de brilhos, jogando bacalhau na platéia? Chacrinha era único porque era diferente. Ou era diferente porque era único?
Pessoas assim não se contentam em ser mais um, querem fazer diferença. Criação é fazer diferente, é ver o que ninguém viu em alguma coisa que todos vêem. Por isso marcam e fazem brotar a frase: “porque não pensei nisso antes?”.
Pensar diferente é ver as coisas por um novo ângulo, dar um novo olhar às coisas - de preferência vendo o lado bom de tudo.
Quem pensa que ser criativo é apenas para o pessoal da criação, está redondamente enganado. Hoje em dia se o atendimento, a mídia, produção, não forem criativos, é provável que a campanha não seja aprovada, veiculada ou produzida. Vale ressaltar a importância do cliente também querer pensar criativamente, ou permitir que a agência o faça. E posteriormente aprove!
Àqueles que não se acham criativos, saibam que criação é resultado de força de vontade, treino, técnica, prática e muita ralação. Talento também é importante, mas necessário, principalmente, é o desejo.
Comece enchendo sua mente de referências. Todas. Qualquer que seja. Livros, gibis, filmes, rock, pagode, idiomas, artes, atualidades, religiões, viagens, tv, política etc. Publicidade também. Veja anuários e revistas, acesse sites, mas lembre-se: publicidade alimenta-se do dia-a-dia, de fatos corriqueiros. E não se preocupe, nosso arquivo na memória é elástico: quanto mais acumulamos, mais espaço é gerado.
Encha a dispensa da memória, quando menos esperamos e mais precisamos, o ingrediente que faltava para solucionar aquele briefing está logo ali.
Na hora de procurar um estágio também vale ser criativo. Como fazer para se diferenciar dos 20 currículos que as agências recebem por e-mail todos os dias? Ao invés de mandar um currículo, que tal criar um anúncio vendendo um produto novo: você. Dois exemplos que me lembro.
Um conhecido preparou o seu currículo no formato de uma caixa de pasta de dentes. Porque ele garantia que não sairia mais das bocas. Outro colega apareceu na criação da agência com uma caixa de isopor repleta de sorvetes e gelo seco. Entre os sorvetes seu currículo dizendo que merecia o estágio, pois iria refrescar a criação com suas idéias. Deixou o isopor com a secretária e voltou para casa. Ainda no ônibus recebeu um telefonema do diretor de criação marcando uma entrevista e o início do merecido estágio.
Vamos começar a pensar criativamente. Um pouco todo dia, até transformar isso num hábito.
Boa criação para todos!

Criação sem manchas

Muito legal a sacada da direção de arte nesta campanha para o sabão em pó FAB.
Texto: "Makes stains look harmless." (Fazem as manchas parecerem inofensivas.)



Agência: Leo Burnett :: Singapura
Diretor de Criação: Chris Chiu
Criação: Victor Ng, Jon Loke

Rede Globo_novo desenho


Hoje a Rede Globo estréia sua nova programação e aproveita para lançar junto seu novo símbolo. Uma mudança bem discreta, mas nós que somos detalhistas e observadores percebemos.
A textura de volume ficou mais limpa e moderna (achei bem parecido com a maçã da Apple) e o arco-íris do fundo ganhou listras.
Mas acho que a principal mudança foi mesmo a tela recortada que ganhou nova versão wide screen, provavelmente para adiantar-se ao novo padrão das tvs digitais. Achei a mudança simples e bonita.
Logicamente o trabalho foi desenvolvido por Hans Donner.

ABC-3D (livro)

Olha que máximo o livro ABC-3D que será lançado em outubro, nos EUA, pela designer francesa Marion Bataille. Chama-se ABC-3D, e a cada página surgem as letras do alfabeto através de dobras, encaixes e montagens perfeitas. Impressionante!

Vou encomendar o meu (custará US$ 20).

Esse vídeo já foi visto mais de 180 mil vezes.

Tira ou não tira o chapéu?

Tá bom o anúncio é legal, mas você conhece alguma loja de chapéus que seja anunciante (e cliente criativo)? E mais, me estranha essa brincadeira com Hitler de um cliente alemão, criada por uma agência também alemã...

Agência: Serviceplan Hamburgo :: Alemanha
Diretor de Criação: Axel Thomsen, Alexander Schill
Diretor de Arte: Jonathan Schupp
Redator: Francisca Maass

27 de março de 2008

CINEDica do Pels

A dica de hoje é um filme mistura de drama, época e romance, mas com uma bela mensagem.
Johnny Depp é J.M. Barrie, um bem-sucedido dramaturgo escocês de peças teatrais que apesar da fama enfrenta problemas com seu trabalho mais recente, que não foi bem recebido pelo público.
Procurando inspiração para uma nova peça, Barrie a encontra durante sua caminhada diária pelos jardins Kensington, em Londres. Lá ele conhece a família Davies, formada pela viúva recente Sylvia (Kate Winslet) e seus quatro filhos. Apesar da reprovação da avó dos garotos, Barrie torna-se amigo da família, ensinando às crianças alguns truques e contando histórias fantásticas, envolvendo castelos, reis, piratas e naufrágios.
Inspirado por esta convivência, Barrie cria seu trabalho de maior sucesso: Peter Pan. Enquanto seu leal produtor Charles Frohman teme que Barrie perca todo seu dinheiro montando essa fantasia infantil, este inicia os ensaios, chocando os atores com pedidos sem precedentes: voar pelo palco, contracenar com fadas feitas de luz e vestir fantasias.
Justamente quando Barrie está pronto para apresentar Peter Pan ao mundo, um evento trágico faz o escritor, e todos nós, entendermos o que realmente significa "acreditar".
Um filme sensível, bonito e memorável. Bom filme!

World beer

Final de semana chegando e nada melhor do que relaxar num ambiente legal e de preferência com cervejas do mundo todo.
E para mostrar que o bar Sunset Grill vende cervejas de vários países fizeram essas peças com direção de arte nota 1000. E tem até Brasil na campanha.



Agência: Arnold Worldwide :: Boston :: EUA
Diretor de Criação: John Kearse, Mary Rich
Diretor de Arte: Micah Whitson
Redator: Ryan Waite
Ilustrador: Micah Whitson, James Stone

São mil coisas

Todos nós somos compostos por inúmeros fatores, coisas, hábitos, sons, imagens etc.
Steve Jobs, o criador de empresas como a Apple, a Pixar entre outras está intimamente ligado aos produtos que a "maçã" produz. Seja pela sua visão tecnológica, pela busca da inovação ou pelo rigor no aperfeiçoamento no design de suas criações.
A imagem abaixo é o rosto dele montado somente com aparelhos Apple. Incrível o trabalho.

Crédito para Deanna Lowe - pela revista Fortune - e aos fotógrafos originais dos produtos.
E achei também o retrato do Obama feito com fotos de eleitores.

Coca x Pepsi

Eu gosto das campanhas comparartivas. Quando são espertas e conseguem alfinetar a concorrência no seu ponto fraco.
Esse filme é apenas um dos muitos que a Pepsi faz para provocar a Coca.

Tá na mão

Mais um cacareco pros cervejeiros de plantão e pros que adoram um objeto (in)útil.
Um anel inofensivo que também é um abridor de garrafas.


Ótima opção para as alianças de casamento, noivado e compromisso...
Para encomendar o seu clique aqui.

Texto preso

Taí mais uma daquelas peças que me fazem pensar: "porque não fui eu que pensei nisso?!"
Pela sacada, pela genialidade, e, principalmente, pela simplicidade.
Texto: "Support us in the fight for press freedom." (Apoie-nos na luta pela liberdade de imprensa.)

Agência: Leo Burnett :: Frankfurt :: Alemanha
Diretor de Criação: Hans-Juergen Kaemmerer
Diretor de Arte: Hans-Juergen Kaemmerer
Redator: Benjamin Merkel
Fotógrafo: Thomas Balzer

Explicando

Uma brincadeira, de humor negro, para explicar a logomarca das olimpíadas de Beijing 2008.

Enviado pelo Leo Amato.

Estágio Design Gráfico

Anjo Comunicação Visual empresa situada na Barra da Tijuca, RJ, está selecionando Designer Gráfico a partir do 4º período.
A vaga é para estágio, é necessário estar estudando no período noturno Desenho Industrial - Programação Visual
Horário: 6h diárias
Bolsa: 350,00 + auxílio transporte
Disponibilidade: imediata
Perfil: pessoa com iniciativa, comprometida, interessada e criativa.
Atividades: desenvolvimento de marcas, papelaria, projetos de sinalização, layouts de websites, materiais impressos institucionais, anúncios publicitários.
Domínio: Corel e Photoshop.
Desejável: conhecimento/experiência em web (Flash e DreamWeaver)Interessados, enviar até 28/03/08 em um único arquivo com seu nome e sobrenome .pdf currículo + portfólio até 500kb para anjovisual@anjovisual.com.br com o assunto “estagiário Designer Gráfico”.

26 de março de 2008

Good times are back again

Quando vi os comerciais dessa campanha do Doritos confesso que não entendi muito bem. Recorrer ao saudosismo, promover as músicas lentas para vender um salgadinho?!?!?!
Lendo sobre o case, entendi que a BBDO Argentina juntou critividade e non-sense para o que recentemente
ouvi chamar de "criar uma cultura". Qual a cultura? Pedir o retorno da música lenta em nossas vidas.
Para isso desenvolveram o conceito “Que vuelvan los lentos”.
Nos tempos dos bailinhos, de dançar com o rosto colado e corpo agarradinho (e não em raves e festas malucas, com som nas alturas, impossível de conversar) as coisas ficam mais simples. Dá uma olhada nos filmes.



A campanha também conta com: 1) hotsite, lá você encontra uma petição pela volta das músicas lentas, dicas de o que falar quando se está dançando coladinho, além de pedir a contribuição de fotos e vídeos dos visitantes; 2) blog com todos os passos da iniciativa; 3) fotos no Flickr; e solicitação para que as pessoas pedissem músicas lentas nas rádios abertas.
Para ganhar ainda mais força, organizaram várias festas em locais famosos onde só tocariam músicas lentas. De acordo com o jornal La Nacion, uma delas foi no planetário e reuniu cerca de 4 mil jovens “As pessoas foram ao local em resposta a uma convocação que correu por e-mail e pela internet”.
E ainda faltam as peças impressas.
Campanha “Todos somos iguais de perto.”

Capas para camisinhas com estética das capas de discos.


Eu adorei o esforço como um todo.
A campanha em uma linha: Doritos não deixa você passar a noite sozinho.

Se você leu até aqui e viu os comerciais, deve estar tentando lembrar e eu ajudo: a trilha é “I Wanna Know What Love Is” do Foreigner.

Com ajuda do brainstorm9.

Tempo, tempo, tempo...

Vamos falar de tempo. Ou melhor de marcar o tempo.
Para quem ainda não sabe, eu confesso: sou fanático por objetos com design diferente e divertidos! Entre meus prediletos, estão os relógios. Achei alguns bem legais.

Com números bagunçados.
Neste os números aparecem em leds deigitais nos ponteiros. (fantástico!)

Esse é para diretores de arte e designers. Um relógio de parede com muitas fontes diferentes.
Aqui o vazado no fundo mostra os números.

Se você gostou, ou gosta de relógios, design, decoração e novidades, anote a dica.
A loja NEXTIME LIVING em Amsterdam é especializada em relógios especiais e superdiferentes. Com certeza vale a visita só pela vitrine da loja. Saca só!

E pra não deixar de falar de criação publicitária, esse anúncio - maravilhoso de inteligente - para uma academia de ginástica. Mais uma mostra que criação combina com simplicidade e raciocínio.
Texto: "The more you run the simmer you get." (Quanto mais você corre mais emagrece)
Detalhe: um anúncio desse para uma academia com uma logomarca dessa... "Ninguém merece!"
Agência: Publicis Ambience Advertising :: Chennai :: Índia
Diretor de Criação: Manoj Jacob
Redator: Chandrachoodan Gopalakrishnan
Diretor de Aret: Gous Basha

Obesidade infantil

Fast food (se for delivery melhor), excesso de computador, televisão, vídeo-games, ausência dos pais, sedentarismo e muito mais.
Visando informar sobre os perigos da obesidade infantil, a Jung von Matt desenvolveu essa campanha com peças chocantes e surpreendente, para a organização Santé Suisse, que incentiva a qualidade de vida das pessoas.
Diz o texto: "Every fifth child is overweight" (Uma em cada cinco crianças é obesa)


24 de março de 2008

Vai doer?

Você pode achar de mau gosto, mas eu achei divertida essa campanha para os analgésicos Dolormin. Só lembro que um dos muitos recursos usados em publicidade é o exagero. Não passa de uma brincadeira exagerada para passar o conceito que o produto alivia a dor mais rapidamente.
Para ser chato: acho que falta apenas mostrar a embalagem do produto. Fica mais fácil reconhecê-lo na prateleria do ponto-de-venda.
O melhor é, sem dúvida, o sorriso na cara dos "doloridos".



Texto: "Fast pain relief."
Agência: KNSK :: Hamburgo :: Alemanha
Diretor de Criação: Tim Krink
Diretor de Arte: Thomas Thiele
Fotógrafo: Christopher Koch

Foto com foto

Muito legais essas fotos feitas com fotos. Deve ter dado uma trabalheira só, mas o resultado compensa.
Clique na imagem para ampliar.




Dica da Mariana Turrean

Rexona futurista

Você, como eu, também fica imaginando como serão as coisas no futuro?
Esse comercial da Rexona abusa do visual futurista - achei semelhante ao filme Minority Report - para mostra o seu efeito protetor antitranspirante.
Criado pela Lowe de NY e dirigido pela brasileira Fernanda Romano que recentemente saiu da Lowe e foi para a JWT de Londres.

Aproveitando o intervalo

Seguindo o post anterior, achei essa campanha que também abusa da sátira e da referência de personagens conhecidos para divulgar esse sistema de transmissão que permite pausar e atrasar a programação como você desejar.
Tem toda a pinta de ser fantasma, estudantil ou algo assim. Primeiro peça produção dos personagens; depois pelos diretos de uso das várias personalidades cinematográficas.
Texto: "Your tv program takes a break when you do. Personal digital TV with delayed viewing."



Não encontrei a ficha técnica, se você conseguir deixe um comentário.

Esparrama pelo chão

É muito comum o uso de referências na hora de criar campanhas.
Esse filme brinca como clássico dos anos 80, Flash Dance, de forma irônica e engraçada.
Criação da Loducca para a cera Brilho Fácil. Criação e Direção de Criação de Guga Ketzer.

Graaaaande...

A capacidade de ser simples me encanta e surpreende cada vez mais.
Basta uma imagem para passar a mensagem desejada de forma criativa: o novo modelo Chevrolet com muito mais espaço interno.
Agência: McCann Erickson :: Mumbai :: Índia
Diretor de Criação: Prasoon Joshi
Redator: Pk Anil
Diretor de Arte: Kapil Tammal, Sandesh Kambli
Fotógrafo: Shekawat Hs Photography

21 de março de 2008

CINEDica do Pels

A dica de hoje só chegou ao Brasil em dvd.
A DESCONHECIDA é o novo filme de Giuseppe Tornatore, o mesmo diretor de Malena e o clássico Cinema Paradiso.
A russa Kseniya Rappoport interpreta Irene, a desconhecida que sai da Ucrânia, onde era obrigada a prostituir-se e submetida a maus tratos.
Por flashbacks sabemos que ela teve um grande amor perdido e um passado sombrio. Já na Itália ela se aproxima de um casal com uma filha pequena, com quem mantém uma estranha relação.
Aos poucos descobrimos que se trata de uma vingança.
A trama é quase complicada e poderia ser melodramática, se não fosse inédita e surpreendente.
O diretor conta com uma protagonista que representa com muita intensidade, com a trilha musical de Ennio Morricone e uma narrativa que envolve.
O resultado disso tudo foi indicado oficialmente pela Itália para o Oscar de filme estrangeiro.Um filme que prende a atenção do início ao fim.
Bom filme!

Derretendo

Muito bem sacada e perfeita a montagem para avisar dos riscos de inundação causados pelo aquecimento global.

Agência: Jung von Matt/Alster :: Hamburgo :: Alemanha
Diretor de Criação: Fabian Frese, Götz Ulmer
Diretor de Arte: Jens Paul Pfau, Till Monshausen
Redator: Jo Marie Farwick, Tobias Grimm
Artebuyer: Karen Blome
Gerentes de Conta: Karoline Huber, Turan Tehrani, Cornelia Richter

20 de março de 2008

Teste do sofá

Campanha bem produzida para o canal AXN. Criação da 1861 United, da Itália.
Texto: Relax. If you can.